Type

Database

Creator

Date

Thumbnail

Search results

You search for preservacao and 15,353 records were found.

A preservação de madeiras é uma ciência que remonta aos primórdios da civilização e que terá tido origem nas civilizações egípcia e chinesa. No século X a.C. já havia uma preocupação em tratar a madeira dos barcos com extractos de óleo de cedro, com o intuito de os proteger contra a biodegradação. No início do século XIX, devido ao enorme consumo de madeira na construção e reparação de barcos dos impérios coloniais, a falta de espécies duráveis, como cedros e carvalhos, obrigou ao uso de espécies menos resistentes, o que aumentou os problemas da biodegradação. Consequentemente, a preservação de madeiras voltou a ser uma área de estudo muito importante. Em 1832, Kyanizing usou com sucesso cloreto de mercúrio na preservação de madeiras e, em 1833, Theodor Hartig foi o primeiro a registar, através de um microscópio, ...
Actualmente estamos a substituir gradualmente os documentos físicos por documentos digitais. A constatação de que cada vez há mais informação apenas em suporte digital levanta uma série de preocupações relacionadas com a preservação de todo este manancial de informação. Não é de estranhar, portanto, que a Preservação Digital tenha emergido como uma área de investigação que tem adquirido cada vez mais importância. A principal preocupação de todos os que tentam contribuir para a área é como garantir uma maior longevidade ao material digital que é produzido diariamente. Por exemplo, material produzido está dependente de plataformas de hardware e software que normalmente se tornam obsoletos em 5 anos. O XML como formato neutro para a representação de informação surge naturalmente neste contexto. São já vários os dialectos XML produzidos e ...
São indiscutíveis os avanços das tecnologias da informação e da comunicação no mundo globalizado, e com eles o profissional da informação tem o papel de ser o gestor das unidades de informação, cabendo ao mesmo tratar todos os documentos que são recebidos e produzidos pela organização. Perante as rápidas mudanças os arquivos são fontes de informação fundamentais no processo educacional e cultural do cidadão para a produção de conhecimento. Mas para que se utilize esse conhecimento correctamente é necessário que haja uma gestão e preservação adequada da informação e da documentação. Assim os arquivos precisam de estar bem organizados, com instalações adequadas para acondicionar e preservar a documentação. No entanto com conhecimento emergente que está a surgir e a ser partilhado diariamente nos media sociais, torna-se difícil a tarefa d...
O presente estudo está inscrito no plano de atividades de 2011 do projeto Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP) e assinala o início do interesse do RCAAP no domínio da preservação digital na esfera dos repositórios de acesso aberto. Para além de recolher informação atualizada sobre o tema e as iniciativas mais relevantes relacionadas com a preservação digital, o objetivo deste documento é também o de informar e orientar futuras atividades e desenvolvimentos relacionados com a preservação digital no âmbito do RCAAP em anos vindouros. Na sua introdução, o documento começa por contextualizar a crescente importância e interesse do tema da preservação digital na agenda dos repositórios de acesso aberto, e que tem sido objeto de debate nos últimos anos. Independentemente das diversas opiniões quanto à sua centralidade n...
Durante o século XX, a humanidade assistiu à massificação generalizada de tecnologias digitais. Estas estão presentes em todos os quadrantes do mundo civilizado e suportam grande parte da actividade humana. Actividades tão dispares como consultar as horas ou planear uma missão espacial a Marte são, hoje em dia, inteiramente suportadas por tecnologias desta natureza. Esta expansão foi desde logo acompanhada por um aumento da produção de informação digital. Um estudo realizado pela consultora IDC revela que a produção de informação digital tem vindo sofrer um aumento com características exponenciais. Em 2007, o universo digital foi estimado em 281 Exabytes de informação (i.e. mil milhões de Gigabytes), ou seja, cerca de 45 Gigabytes por cada pessoa existente no planeta. Em 5 anos, prevê-se que esse valor seja 10 vezes superior (Gantz e...
O presente estudo tem por objetivos verificar as pressões impostas ao recurso natural água pela sociedade humana, e tentar perceber o que as pessoas conhecem sobre os detalhes intrínsecos que permeiam o tema e como utilizam a água, a fim de identificar os modos e meios pelos quais a Ecologia Humana possa contribuir para a preservação dessa água, que já vai faltando para as necessidades mínimas de uma parcela expressiva da população humana. Para tanto, a partir das reflexões sobre mudanças climáticas e sustentabilidade, tentará apreender se e como o crescimento da população agrava o problema da escassez de água, uma vez que essa população precisa alimentar-se, e a agricultura é a maior apropriadora da água neutra que é a mesma utilizada para o atendimento das necessidades básicas humanas; e por não serem sustentáveis as práticas de prod...
Uma parte significativa de todo o output intelectual que actualmente é produzido nas nossas organizações é concebido recorrendo a ferramentas digitais. A simplicidade com que o material digital pode ser criado e disseminado através das modernas redes de comunicação e a qualidade do produto final são factores determinantes na adopção deste tipo de ferramentas. No entanto, o material digital carrega consigo um problema estrutural que coloca em risco a sua longevidade. Embora um documento digital possa ser copiado infinitas vezes sem qualquer perda de qualidade, este exige a presença de um contexto tecnológico para que possa ser devidamente interpretado por um ser humano. Esta dependência tecnológica torna-o vulnerável à rápida obsolescência a que geralmente a tecnologia está sujeita. Num mundo onde cada vez mais organizações dependem da ...
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2013.
Uma parte significativa da produção intelectual é gerada em suportes digitais. A simplicidade com que esta pode ser produzida e disseminada através das modernas redes de comunicação, aliada à qualidade dos resultados obtidos, constitui um factor determinante na adopção de ferramentas de autoria digital. Contudo, este tipo de material incorpora um problema estrutural que coloca em causa a sua longevidade. Embora um documento digital possa ser copiado infinitas vezes sem perder qualidade, este necessita de um contexto tecnológico (hardware e software) que possibilite a sua apresentação de forma inteligível a um ser humano. A dependência tecnológica a que este tipo de material está sujeito torna-o vulnerável à rápida e impetuosa obsolescência que afecta a tecnologia. Designa-se, assim, por preservação digital o conjunto de actividades ou ...
O presente texto foi elaborado para a conclusão da Cadeira : Pensamento Contemporâneo, do Curso de Pós-Graduação em Museologia Social, da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, no decorrente ano de 1998. Por se tratar de uma cadeira que potencialmente abrange os diversos temas do mundo contemporâneo, escolhemos dentre eles, aquele que respondia as nossas inquietações: a problemática e pertinência das instituições museológicas. A relevância deste tema, se deve também, à tentativa de estabelecermos relações entre a Cadeira citada : Pensamento Contemporâneo, e o Curso a qual a mesma está inserida: Museologia Social; pois a nosso ver, enquanto profissionais de museu, se faz necessário entender a problemática destas instituições e o papel que as mesmas desempenham na sociedade contemporânea.
Want to know more?If you want to know more about this cutting edge product, or schedule a demonstration on your own organisation, please feel free to contact us or read the available documentation at http://www.keep.pt/produtos/retrievo/?lang=en