Type

Database

Creator

Date

Thumbnail

Search results

2,802 records were found.

A adaptação à parentalidade tem sido descrita como um importante momento de desenvolvimento da vida das famílias, exigindo esforços de adaptação às novas tarefas com que pais e mães se deparam. Assim, apesar da Felicidade que está frequentemente associada a este acontecimento, a necessidade de reorganização da vida dos indivíduos é geralmente elevada, podendo conduzir, nas mães e nos pais, a elevados níveis de perturbação emocional. Dado que esta reorganização pode ser distinta ao longo do tempo que se segue ao parto e em função do género do progenitor, pretende-se com este estudo conhecer as diferenças na adaptação materna e paterna ao nascimento de um filho, nomeadamente em dois momentos distintos: dois a cinco dias após o parto e oito meses após o parto. A amostra, constituída por 214 mães e 193 pais, foi recolhida na Maternidade Dr...
O objectivo deste estudo foi relacionar factores de personalidade e comportamento alimentar em mulheres diagnosticadas com obesidade mórbida, sendo esta amostra constituída por 48 sujeitos candidatos a cirurgia bariátrica, ou que a tenham efectuado num passado próximo. Foram utilizados nesta investigação os seguintes Instrumentos: Questionário de Caracterização da Amostra, Inventário de Personalidade NEO-PI-R na Forma S, e Questionário Holandês do Comportamento Alimentar (DEBQ). Os resultados obtidos mostram diferenças muito significativas, por comparação com a população normativa, nos domínios Neuroticismo e Abertura à Experiência, e nas facetas Impulsividade, Assertividade, Fantasia, Sentimentos, Ideias, Valores, Altruísmo, Competência e Deliberação; assim como nas dimensões Restrição Alimentar e Ingestão Emocional. Estão presentes ...
O presente estudo teve como objectivo compreender as percepções dos adolescentes acerca da influência parental e dos pares nos seus comportamentos sexuais. Neste estudo foi utilizada a metodologia “grupo focal” a uma amostra constituída por 72 adolescentes de escolas públicas do ensino regular de Portugal Continental. Os temas dos “grupos focais” foram discutidos em termos dos factores protectores e de risco para os comportamentos sexuais. Os discursos dos adolescentes identificaram vários factores familiares, como o estatuto socio-económico, a qualidade da relação familiar, a comunicação entre pais e filhos, os estilos parentais, a supervisão parental; e factores relacionados com os pares, como a comunicação, as normas e a pressão dos pares como influenciando as atitudes e comportamentos sexuais protectores ou de risco para a saúde do...
Os modelos contextuais e desenvolvimentistas (Belsky, 1984, 1999; Belsky & Jafee, 2006; Bronfenbrenner, 1979; Bronfenbrenner & Morris, 1998) defendem a compreensão do desenvolvimento e comportamentos individuais através de uma leitura ecológica em que o indivíduo é capaz de influenciar e ser influenciado por outros sistemas. Estas abordagens permitem uma compreensão da adaptação à gravidez e ao nascimento de um filho e, em igual medida, facilitam a conceptualização da co-ocorrência e interacção dos contextos de vulnerabilidade de género associados à Infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH). Este estudo tem o objectivo de avaliar os contextos de influência (socio-demográficos; associados com a infecção pelo VIH; e associados com a gravidez/maternidade) na adaptação das mulheres infectadas pelo VIH à gravidez e ao nascimento ...
Os objectivos deste estudo são caracterizar as queixas subjectivas de saúde e investigar em que medida existem diferenças de género em relação às queixas subjectivas de saúde, à afectividade negativa e à utilização de serviços de saúde. Foi delineado um estudo transversal no qual uma amostra de 1113 participantes de ambos os sexos (64% mulheres) preencheu um questionário que incluía medidas sobre as queixas subjectivas de saúde, afectividade negativa, utilização de serviços de saúde e informação socio-demográfica. Os resultados sugerem que, em relação às queixas subjectivas de saúde, as pseudoneurológicas são as que se apresentam mais frequentemente. Quanto às diferenças de género, verificamos que estas existem nas queixas de dores músculo-esqueléticas, pseudoneurologia e alergia, bem como na escala total. Os resultados indicam ainda q...
Pretende-se neste artigo fornecer uma perspectiva sistematizada e abrangente da obra de Ronald D. Laing (1927-1989), com acento tónico no seu contributo para a psicopatologia. É apresentada a perspectiva de Laing sobre a psicopatologia clássica e a sua proposta para uma psicopatologia segundo um critério ontológico, de tipo fenomenológico-existencial. Expõe-se a evolução do pensamento de Laing sobre a psicose, referindo-se os conceitos de segurança e insegurança ontológica; sistema de falso Self; três tipos de ansiedade presentes na perturbação esquizofrénica; desenvolvimento “good-bad-mad”; mistificação; psicose como forma de suportar uma situação insustentável; psicose como experiência transcendental e de viagem ao mundo interior; inteligibilidade de sintomas no seio do grupo de pertença. Por fim, identificam-se críticas efectuadas à...
A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) da imprescindibilidade da amamentação durante os primeiros seis meses de vida da criança conduz, em todo o mundo e em todas as circunstâncias, a um conjunto de pressões sociais para a sua prática que colocam a mulher num papel diferenciado ao nível dos cuidados primários à primeira infância e, nessa medida, reforça a assimetria de géneros. Esta investigação tem como objectivo avaliar se a prática da amamentação se traduz em efectivos benefícios para a saúde e bem-estar das crianças, tal como genericamente é assumido, ou se, no mundo dito desenvolvido, a amamentação é mais uma crença de saúde. O estudo, de carácter comparativo, assenta na análise de conteúdo de 300 fichas clínicas de crianças de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os zero e os cinco anos, facultadas por dif...
Logo nos primórdios do movimento psicanalítico houve a consciência da problemática relativa à relação entre os sexos. Ainda pela pena de Rank ficou um testemunho da importância deste tema para a teorização psicanalítica posterior. As consequências da ideia de que um ser humano pode ser encarado como objecto propriedade de outro, particularmente as mulheres enquanto propriedade dos homens, já tinham sido reconhecidas. Por outro lado esta problemática marxista e freudiana iria ser aproveitada por Lévi-Strauss para o deenvolvimento da sua teoria estruturalista da proibição universal do incesto entendida como passagem da natureza à cultura.
O estudo do autoconceito e da auto-estima tem conhecido grande interesse no seio da Psicologia da Educação. Grande parte desse interesse reside na associação comprovada entre essas representações pessoais e indicadores de ajustamento escolar. Deste modo, o presente estudo centra-se em torno das relações entre auto-estima, autoconceito e resultados escolares. Pretendemos analisar o modo como o estatuto escolar individual diferencia os alunos relativamente à auto-estima, autoconceito, relacionamento com o grupo de pares, com a família e com a escola. Um segundo objectivo centrou-se na análise do modo como o nível de sucesso global das escolas e a frequência de actividades extra-curriculares, influenciavam as representações sobre si próprio e os resultados escolares. Pretendemos, ainda, analisar o modo como as dinâmicas relacionais se ass...
A sexualidade nos seus múltiplos aspectos é considerada uma área de grande importância no desenvolvimento do ser humano. O impacto causado pela infecção do vírus da imunodeficiência Humana/síndrome da imunodeficência adquirida (VIH/SIDA), juntando-se a outros riscos ligados à actividade sexual, como a gravidez não desejada, fez com que a sexualidade passasse a ser considerada como uma questão de urgência social e epidemiológica e como um factor que pode ter um forte impacto negativo ao nível da saúde, considerando-se, assim, os jovens, a nível mundial, como um grupo especialmente vulnerável em termos de saúde sexual. Esta investigação avaliou os comportamentos sexuais, nomeadamente a contracepção dos jovens universitários portugueses. Administraram-se 436 questionários a 113 rapazes e 323 raparigas, entre os 18 e os 24 anos. Os resulta...
Want to know more?If you want to know more about this cutting edge product, or schedule a demonstration on your own organisation, please feel free to contact us or read the available documentation at http://www.keep.pt/produtos/retrievo/?lang=en