Type

Database

Creator

Date

Thumbnail

Search results

8,200 records were found.

Um ambiente geométrico dinâmico (AGD) computacional permite fazer construções e manipulá-las, conservando invariantes as relações estabelecidas. Neste estudo pressupôs-se que recorrendo a um AGD se podem criar estratégias poderosas para a construção pessoal e social do conhecimento geométrico. À luz dessa hipótese, investigou-se como é que os alunos exploram - realizam, justificam e investigam - construções num AGD e como é que isso os habilita a compreender objectos e relações geométricas, a formular conjecturas e a elaborar argumentos indutivos e dedutivos. Utilizou-se uma metodologia de experiência de ensino, operacionalizada numa intervenção didáctica levada a cabo numa turma do 9ºano.
No actual contexto social e económico marcado, nomeadamente, pelo aumento do desemprego e pela constatação de que a posse de um diploma de ensino superior já não constitui vantagem evidente em termos de facilidade de acesso e estabilidade no emprego, a inserção na vida activa de recém licenciados emerge como uma área de debate social e como uma área de investigação, reflexão e análise. No domínio das Ciências da Educação, o interesse pela problemática da inserção na vida activa tem vindo a ganhar grande relevância, apontando para a necessidade de questionar e reflectir sobre as relações e formas de articulação entre sistema de ensino e formação e sistema de emprego. Assim sendo, o trabalho de investigação realizado no âmbito desta tese de mestrado tem um carácter exploratório e procura contribuir para o estudo das relações entre percur...
Este estudo investigou se o ambiente de aprendizagem criado na sala de aula, nomeadamente, o trabalho efectuado em pequeno grupo utilizando computador, software específico, fichas de trabalho e o apoio do professor, constituiu ou não um poderoso ambiente de aprendizagem. Investigou ainda se a dinâmica relacional que se estabeleceu entre os pares de alunos, do mesmo sexo ou não, e utilizando meios computacionais, influenciou a aprendizagem. O plano metodológico utilizado no estudo para se proceder à investigação sobre o ambiente de aprendizagem, foi um plano pré-experimental, enquanto que para a investigação sobre a dinâmica relacional, se utilizou a observação directa e a entrevista serni-directiva.
Este estudo incidiu sobre a aprendizagem escolar da estimação matemática, no 2º Ciclo do Ensino Básico com o objectivo de compreender os processos utilizados pelos alunos quando produzem estimativas em contexto de aula e de identificar as suas atitudes e concepções face a estimação. Foi utilizada uma metodologia de natureza qualitativa com o recurso a observação de aulas, entrevistas. questionários, conversas informais e recolha de diversos artefactos. numa turma do 6º ano de escolaridade, de Janeiro a Junho de 1995.
Nesta investigação partimos da ideia, gerada na nossa experiência profissional, de que muitos jovens adultos actualmente toxicodependentes manifestaram, ao longo da sua vida, capacidades potenciais de realização pessoal e profissional que depois não desenvolveram, nem utilizaram para a criação do seu projecto de vida. O nosso objectivo é procurar compreender porque é que, no processo da sua construção pessoal, estes indivíduos não puderam organizar-se no sentido de utilizar essas capacidades em prol de uma realização pessoal e profissional e, pelo contrário, se organizaram de uma forma defensiva mas, simultâneamente, destrutiva.
Pretendeu-se caracterizar a forma como os alunos interpretam o conceito de função a partir das suas múltiplas representações utilizando ferramentas computacionais. O estudo decorreu numa turma do 10º ano, no ano lectivo de 1993/94, e teve como objectivo investigar como os alunos, que aprendem sobre funções com meios computacionais, compreendem o conceito de função. Mais especificamente, pretende-se: a) caracterizar o conceito de função dos alunos quando estudam funções envolvendo as suas diferentes representações, b) caracterizar os processos utilizados pelos alunos na tradução entre diferentes representações e c) caracterizar os processos utilizados na resolução de equações e inequações a partir da correspondente representação gráfica. A metodologia de investigação teve uma natureza qualitativa, visando a descrição e compreensão dos p...
Este estudo pretendeu compreender os processos de aprendizagem do conceito de derivada, utilizando uma experiência de ensino com ênfase na experimentação e na visualização gráfica, em contextos computacionais, e num ambiente de trabalho em grupo. Era nosso objectivo que os alunos compreendessem os conceitos relacionados com as derivadas através da exploração das conexões existentes entre as múltiplas representações, em detrimento da mera utilização de complexas regras de cálculo. Utilizou-se uma metodologia de experiência de ensino, concretizada numa intervenção didáctica que envolveu alguns alunos de duas turmas de 12º ano de escolaridade, no ano de 1995. Utilizou-se o programa de computador A Graphic Approach to the Calculus que permite visualizar as sucessivas rectas secantes aproximando-se da tangente e sobrepor os gráficos da funç...
O presente estudo insere-se no campo da Educaçao em Arte, mais especificamente na Area respeitante ao ensino da Educaçao Visual no 2º Ciclo do Ensino Básico, centrando-se na identificação das concepções de Educação em Arte dos professores, em início de carreira, com diversas formações científicas. Pretende-se que este estudo constitua um contributo para uma análise das concepções de Educação em Arte dos professores de Educação Visual, expressas na interpretação e orientaçao do programa do 2º Ciclo do Ensino Básico. Neste sentido, procurou-se: i)identificar as concepções de Educação em Arte dos professores expressas na interpretação do programa; ii)identificar as orientações que dão ao programa de Educação Visual; iii) estudar a relação entre essas concepções e orientações com as concepções e orientações que estão na base dos seus curso...
A problemática do centro de recursos (designação geral adoptada no estudo) prende-se com a da educação e do desenvolvimento e inscreve-se no contexto dos desafios da sociedade actual. O centro de recursos é uma malha na complexa rede que é a escola. O centro de recursos pode significar enriquecimento e transformação e contribuir para uma nova projecção pedagógica, a par de novas interacções no contexto da organização. Partimos das concepções e práticas em torno das quais se desenvolve o centro, para procurarmos compreender o modo como se inscreve no contexto da transformação da escola e a pode favorecer. Nesta linha, afigurou-se-nos importante situarmo-nos numa determinada realidade e tentarmos entender os significados das situaçóes, o modo como os actores vão construindo as diferentes visões sobre o centro e as formas como vão integra...
A formação das novas competências profissionais aparece hoje como uma área extremamente importante na forma de analisar a relação Forrnação/Desenvolvimento. Um estudo exploratório desta problemática num grupo de recursos humanos qualificados - diplomados de nível superior- inseridos no mercado de trabalho há cinco anos, revela-nos a pertinência desta questão, e nomeadamente alguns dos processos de desenvolvimento destas competências.
Want to know more?If you want to know more about this cutting edge product, or schedule a demonstration on your own organisation, please feel free to contact us or read the available documentation at http://www.keep.pt/produtos/retrievo/?lang=en