Type

Database

Creator

Date

Thumbnail

Search results

19 records were found.

Richard Dawkins, conhecido biólogo britânico, publicou, em 2006, The God Delusion, com a presumida intenção de provar, com base na ciência, que (é quase certo que) Deus não existe. Tecem-se aqui algumas considerações. No essencial: o livro, além de nada provar do que pretende, desqualifica o autor, seja pela atitude moral, seja pela errância epistemológica em que labora. O grave do caso é que este livro é um sinal de uma renovada militância ateísta e da presença exacerbada, no mundo da cultura, de um autêntico fundamentalismo cientista, ao serviço de uma cultura sem Deus.
Realça-se neste artigo o desencontro de Pascoaes consigo mesmo, no sentido de não coincidente com o projecto que leva consigo, de ser divinamente. Reflexo desse desencontro é nele a experiência da saudade, reflectindo-se, por sua vez, no pensamento como perpétuo movimento de "procurar e não encontrar". No fundo, Pascoaes andou desencontrado de Deus, horizonte permanente do seu pensamento, sempre procurado e sempre mal encontrado, sempre presente e sempre ausente, sempre afirmado e sempre problematizado, sempre, enfim, em «ateoteísmo» de crença e descrença, usando a expressão por ele próprio forjada.
Em 1934, Teixeira de Pascoaes (1877-1952) deu à luz uma biografia de S. Paulo, que teve larga difusão. Nela faz uma interpretação da figura e da obra do Apóstolo como verdadeiro fundador do cristianismo. Este, porém, é por ele interpretado em chave gnóstica, no interior e em dependência da sua poética filosofia da saudade: o Cristo do verdadeiro cristianismo vive (apenas) como personificação mítica do sentimento da queda de Deus no mundo material, em sua reacção positiva de elevação espiritualista ou de esperança. E esta é a via da redenção ou salvação, enquanto que por ela se dá a reintegração do homem e do mundo no divino originário de ambos. Paulo foi aquele que primeiro compreendeu Cristo deste modo e o transformou em objecto de crença para o mundo.
Exposição dos principais temas e autores da filosofia medieval: Filosofia e religião; filosofia patrística, com relevo para Santo Agostinho; filosofia escolástica, com relevo para Anselmo de Cantuária, Tomás de Aquino e São Boaventura; decadência escolástica.
Com o livro São Paulo, Pascoaes procura ilustrar a sua visão religiosa do mundo e da vida, a sua interpretação da essência do cristianismo, a sua ideia de perdição e de salvação e, em ligação com isso, o que, nisso, é obra do homem e o que é obra de Deus. Tudo isso ele o vê encarnado na figura de Paulo de Tarso, um Paulo cujo «génio sobrenatural» aparece efectivamente descrito e cuja vida e obra aparecem narradas sempre em obediência à ideia de fundo que presidia à visão pascoaesiana do mundo e da vida: a ideia saudosista. Nesta ideia, entretanto, está implícita uma visão gnóstica dos mistérios da perdição e da redenção, contrária da genuína visão cristã.
Neste volume analisa-se a obra global de Teixeira de Pascoaes, procurando interpretar e expor, criticamente, por grandes temas fundamentais, o seu pensamento poético (ou poético-filosófico). Numa primeira parte, analisam-se os condicionamentos essenciais desse pensamento, em ordem à sua compreensão. Numa segunda parte (central), exploram-se os grande temas. Finalmente, numa terceira parte, realçam-se algumas características essenciais do pensamento pascoaesiano no plano formal.
Neste breve apontamento pretende-se evidenciar, em dados exemplificativos, que não exaustivos, o uso de trilogias no pensar agostiniano, seja em modo de dinâmica ternária, seja de tríades estruturantes da realidade.
Comunicar a verdade como verdade não é coisa fácil. Se, como ficou dito no Concílio Vaticano II, "A verdade só se impõe pela sua própria força de verdade", que implicações tem isso na partilha da verdade entre as pessoas?
A «última lição» que sou convidado a proferir convida-me a proceder a um olhar retrospectivo sobre a minha própria vida e, à luz da minha experiência da mesma, a uma breve meditação sobre esse grande mistério que é a vida humana em geral. Com particular inspiração no pensamento de Santo Agostinho.
Want to know more?If you want to know more about this cutting edge product, or schedule a demonstration on your own organisation, please feel free to contact us or read the available documentation at http://www.keep.pt/produtos/retrievo/?lang=en